A tecnologia a serviço dos condomínios

Tecnologia Condomínios

Administradoras de condomínios, síndicos e moradores passam a adotar as facilidades e os recursos da era digital

Estar atento à segurança do condomínio, resolver problemas com prestadores de serviços, conflitos entre moradores, além da gestão financeira e muitas outras situações, fazem parte das responsabilidades do síndico que agora pode contar com ferramentas inteligentes que facilitam o seu trabalho.

Tecnologia e consciência ambiental

Um bom exemplo disso é a diminuição de papéis e procedimentos burocráticos intermináveis. A pasta de prestação de contas digital veio para ajudar o morador em poder acessar suas contas condominiais direto em um aplicativo e ainda poder avaliar as notas fiscais e as condições de pagamento em qualquer momento do dia e de qualquer lugar em que ele estiver com mais transparência financeira.

Além disso, o morador ainda pode registrar e enviar suas dúvidas para o síndico. Tudo isso, evitando a impressão e gastos com papéis e, portanto, contribuindo com o meio ambiente.

Manutenção preventiva mais eficiente

É essencial estar com as manutenções preventivas em dia, principalmente para condomínios. Geralmente o que acontece é a necessidade de manutenções corretivas. Independente de qual manutenção deve ser aplicada, a partir dos novos recursos tecnológicos, como plataformas que organizam as manutenções preventivas ou corretivas, a rotina dos zeladores e empresas externas ficaram mais seguras e assertivas.

Isso ocorre porque a digitalização da edificação se dá, por meio da realização de um inventário completo que irá gerar alertas das necessidades de manutenções, conforme normas e leis vigentes.

Assim, com acesso à plataforma, moradores podem acompanhar os serviços demandados pelo síndico e a administradora do condomínio que passam a ganhar tempo para pesquisar orçamentos e outras soluções de acordo com as demandas.

Encomendas e correspondências seguras

Uma das falhas que é comum notar nos condomínios é justamente o extravio de correspondência ou mercadorias que não são entregues.

Para evitar maiores problemas nesse sentido, a tecnologia mais uma vez aparece com os chamados “lockers” que são armários com diferentes dimensões que guardam as mercadorias e o morador recebe uma notificação para recolhimento. Ele só precisará apresentar um QR Code que será validado pelo leitor do armário que irá destravar a porta onde são guardadas os objetos pelo carteiro identificado pelas gravações de imagens, bem como horários devidamente disponíveis funções de rastreabilidade.

Assembleias virtuais e gravadas

Reuniões intermináveis, discussões sem objetividade e baixa adesão dos moradores é coisa do passado. Isso porque com a opção de assembleias virtuais que inclusive podem ser gravadas, não apenas ajudam os síndicos para uma futura conferência, como também os moradores conseguem participar de qualquer lugar.

Olho digital que tudo vê

Além da segurança, um dos objetivos do monitoramento de câmeras nas áreas comuns é justamente para evitar que o próprio condomínio tenha de assumir prejuízos inesperados.

Com esse recurso, alguém que tenha danificado ou quebrado algo é facilmente identificado e responsabilizado.

Telemetria condominial

Reclamações de gastos excessivos por determinados moradores no consumo de gás, água e energia sempre foi algo corriqueiro.

Com a chegada da telemetria nos condomínios, as informações de consumos específicos por apartamento tornaram-se aliadas do síndico e dos outros moradores. Afinal, os custos de água e gás podem ser individualizados, alertas sobre possíveis vazamentos podem ser gerados, bem como o monitoramento online de energia, gás e água, por meio de um aplicativo.

Uma forma justa dos moradores poderem pagar o que cada um realmente utiliza e consome sem discussões.

Portaria e controle de acesso inteligente

Existem várias situações no dia a dia que dificultam o trabalho dos profissionais de portaria que devem seguir o regimento interno de cada condomínio.

Para garantir a tranquilidade do gestor, a solução de controle de acesso inteligente favorece que o síndico e os moradores tenham as informações de acesso do condomínio na palma da mão.

E isso só é possível quando são instalados equipamentos de controle de entradas e saídas no condomínio com a tecnologia de QR Code e identificação biométrica.

O Grupo Souza Lima oferece essa solução que elimina intermediários e o retrabalho em locais que necessitam controlar o fluxo de pessoas, proporcionando o acesso imediato e eficiente.

Assista o vídeo a seguir para entender melhor como funciona o serviço de Controle de Acesso Inteligente do Grupo Souza Lima:


A tecnologia a serviço dos condomínios

Fonte: BlogdoSindico.com.br / Sindiconet