Futuro Híbrido

Futuro Híbrido Segurança Serviços

A inovação no mercado de Segurança e Serviços

Tecnologias disruptivas já são realidade no mercado de Segurança e Serviços. Soluções inovadoras cada vez mais fazem parte do cenário de muitas Indústrias, Shoppings, Condomínios, entre outros segmentos atendidos pelo Grupo Souza Lima.

Neste sentindo, a crise da Covid-19 não “mudou” nenhuma realidade, mas sim acelerou algumas mudanças que já eram tendências claras. “A pandemia apenas facilitou a implantação imediata dessas tendências”, afirma Alex Bortoletti, presidente da companhia.

Uma nuance dessas mudanças é de que a maioria dessas tecnologias melhoram a performance dos serviços prestados aos clientes, simplesmente substituindo a mão-de-obra especializada por soluções que utilizam tecnologia embarcada nos equipamentos, softwares ou simplesmente nos processos. Porém, essa dinâmica exige um olhar atento para uma das questões fundamentais do país: o emprego.

“O desemprego no Brasil tem crescido exponencialmente e, neste ritmo, deve ultrapassar mais de vinte milhões de desempregados ainda este ano. Independente da métrica utilizada, esta é uma realidade cruel e, exatamente por isso, priorizar a economia de dinheiro em processos pela simples eliminação de mão de obra me parece no mínimo irresponsável”, considera ele.

A adoção indiscriminada de tecnologia na substituição da mão de obra pode agravar ainda mais a situação do desemprego no país. No segmento de Segurança e Serviços, que utiliza de forma preponderante a mão de obra, isso poderia ser um verdadeiro desastre. Por isso, mantendo o propósito de proteção e atenção à vida das pessoas, o Grupo Souza Lima encontrou outra forma de atravessar essa jornada, ou seja, olha com atenção para o processo de inovação que é contínuo e envolve muita tecnologia, porém com foco no desenvolvimento humano.

A companhia considera imprescindível preparar as pessoas para esse futuro híbrido, em que a especialização da mão de obra é apoiada por diversas tecnologias com consequente melhor entrega na solução dos serviços prestados. “Acredito em um futuro híbrido: com muita tecnologia, porém mais humano”, pondera Bortoletti. É o caso de soluções em controle de acesso, por exemplo, quando a tecnologia facilita imensamente o processo, mas não deixa de ser controlada por uma pessoa. Segurança monitorada por drones também exigem um profissional qualificado para atender esta demanda.

É um cenário de constante busca, tanto das características necessárias a essas novas demandas, quanto às ferramentas para a capacitação desse profissional. É o profissional do futuro. Um especialista que atuará nesse cenário de maior integração entre mão-de-obra e a tecnologia disponível, independente de qual seja o nível de inovação. É um profissional que vai adquirir novas habilidades de atendimento, pensando na experiência do usuário final. Aplicando conhecimentos básicos da tecnologia empregada. É um profissional mais completo. Certamente terá mais espaço no futuro do mercado de Segurança e Serviços.

O Grupo Souza Lima já vive esta realidade e investe na capacitação e treinamento de seus profissionais dentro deste contexto.

Futuro Híbrido


Grupo Souza Lima é a Marca mais Lembrada do Brasil no Segmento de Segurança